Campanha-da-vacina-contra-Covid-1140-x-500

Campanha da vacina contra Covid-19 chega aos imigrantes sem residência legal na Bélgica

A  campanha de vacinação para os imigrantes indocumentados e os sem-teto iniciou no mês de junho e tem a pretensão de se estender por mais quatro meses. O objetivo é vacinar na primeira fase da campanha 5.000 pessoas que vivem em situação precária ou de exclusão social, seja por falta de documentos ou meios legais para se inscreverem nos centros de vacinação oferecidos até então pelo governo belga.  

Segundo o site BX1, uma equipe formada com a colaboração de várias associações, tais como Médicos sem Fronteiras, Samusocial, Médicos do Mundo e a Cruz Vermelha da Bélgica, está se locomovendo com uma unidade móvel chamada de “Mobivax” pelos bairros de Bruxelas em busca desse grupo de pessoas consideradas vulneráveis. A vacina sugerida pelo governo para vacinar este público foi a Johnson & Johnson, pela sua praticidade de ser administrada em dose única, pois devido a essas pessoas não possuírem um endereço fixo, ou estarem de passagem pelo país, esta é a opção mais adequada, já que o governo não tem o controle e corre o risco de não voltarem para receber a segunda dose.  

Diferente dos rumores que circulam por aí sobre a vacina da Johnson & Johnson, que estaria sendo direcionada aos imigrantes e sem-tetos devido ao incidente que levou uma pessoa a óbito, o principal motivo da escolha dessa vacina seria mesmo pela dificuldade de controle que os órgãos de saúde encontrariam para subministrar uma segunda dose em pessoas sem endereço fixo ou sem documentação de registro na comuna. 

Tipos de vacinas disponíveis atualmente no mercado 

1- Vacina Tozinameran da Pfizer/BioNTech 

Nomes: Tozinameran (BNT162b2), Cominarty (nome comercial).  

Empresas: Parceria entre Pfizer dos EUA, BioNTech da Alemanha e Fosun Pharma da China. 

Eficácia: 95%. 

2-Vacina mRNA-1273 da Moderna Therapeutics 

Nome: mRNA-1273. 

Empresa: Parceria entre a empresa de biotecnologia Moderna Therapeutics, Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA (NIAID) e Autoridade de Pesquisa Avançada e Desenvolvimento Biomédico dos EUA (BARDA). 

Eficácia: 94,5%. 

3-Vacina CoronaVac da Sinovac 

Nome: CoronaVac. 

Empresa: Companhia Biofarmacêutica Sinovac da China. No Brasil, o Instituto Butantan firmou acordo com a Sinovac para transferência de tecnologia da vacina e produção. Atualmente o Butantan já faz a manipulação e o envase do imunizante proveniente da China. 

Eficácia: 91,25% na Europa e Turquia e 50,4% no Brasil. 

4-Vacina Covishield da parceria Universidade de Oxford e AstraZeneca 

Nomes: AZD1222, ChAdOx1 nCoV-19, Covishield. 

Empresa: Parceria entre a Universidade de Oxford e a companhia farmacêutica AstraZeneca. No Brasil, a Fiocruz formalizou a transferência de tecnologia com a AstraZeneca através do contrato de encomenda tecnológica (ETEC) para a produção da vacina no país. 

Eficácia: 70,4%. 

5-Vacina Sputnik V do Instituto de Pesquisa Gamaleya 

Nomes: Gam-COVID-Vac, Sputnik V. 

Empresa: Instituto de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia de Gamaleya da Rússia. 

Eficácia: 91,4%. 

6-Vacina Convidicea da CanSino 

Nomes: AD5-nCOV, Convidicea. 

Empresa: Companhia biofarmacêutica chinesa CanSino Biologics. 

Eficácia: Os dados de fase III ainda não foram divulgados. 

7- Vacina BBIBP-CorV da Sinopharm 

Nome: BBIBP-CorV. 

Empresa: Parceria entre a empresa estatal Sinopharm da China com o Instituto de Produtos Biológicos de Beijing e o Instituto de Produtos Biológicos de Wuhan. 

Eficácia: 79,34% pelos dados divulgados pela Sinopharm e 86% de acordo com os dados dos testes de fase III no Bahrein. 

8-Vacina Covaxin da Bharat Biotech 

Nomes: BBV 152, Covaxin. 

Empresa: Parceria entre a empresa Bharat Biotech da Índia e o Conselho Indiano de Pesquisa Médica (ICMR). 

Eficácia: Estima-se que seja de 60%, uma vez que os estudos de fase III ainda estão em andamento. 

9- Vacina Janssen da Johnson & Johnson e Janssen Vaccines 

Nomes: Vacina Janssen COVID-19, Ad26.COV2.S. 

Empresa: Desenvolvida pela Janssen Vaccines (Holanda) e Janssen Pharmaceuticals (Bélgica), que é subsidiária da multinacional norte-americana Johnson & Johnson. 

Eficácia: Os dados dos estudos de fase III mostraram uma eficácia de 66% em casos moderados a graves e 85% apenas em casos graves em população a partir de 18 anos. 

*A nossa equipe de reportagem entrou em contato com a brasileira Maria José Freire, representante do Coletivo Brasileiro dos Sem-Papéis, porta-voz da Coordenação Nacional dos Sem-Papéis na Bélgica e da Liga de Trabalhadoras Domésticas Sem-Papéis CSC, que, mais uma vez, nos auxiliou com informações importantes para a realização da nossa matéria. 

A vacina contra a Covid-19 ainda divide opiniões na comunidade 

Ivanete Ribeiro dos Santos, 65 anos, natural do Rio de Janeiro-RJ 

Vacina: Pfizer 

Centro onde recebeu a vacina: Praça Bethlem-Saint Gilles-Bruxelas 

Sintomas: Sentiu apenas um pequeno incômodo no braço onde recebeu a vacina, mas a dor desapareceu aproximadamente em um dia. 

Adma Regina Rodrigues Gomes, 48 anos, natural de Guapo-GO 

Vacina: Janssen (Johnson & Johnson) 

Centro onde recebeu a vacina: Douche Flux- Anderlecht 

Sintomas: Febre alta, dores no corpo e dor de cabeça, por um período de um dia e meio. Com a ajuda do paracetomol as reações melhoravam um pouco. Mais de 200 pessoas estiveram no local, todos imigrantes. 

Fernanda Cardoso Alves, 36 anos, natural de Goiânia-GO 

Vacina: Pfizer 

Centro onde recebeu a vacina: École 4 saison – Place Bethlem- Saint Gilles -Bruxelas 

Sintomas: Dores nos braços e nas costas por um curto período de tempo. Sentiu-se muito satisfeita com o atendimento da equipe de enfermagem. 

Aguinaldo Esdro da Silva, 33 anos, natural de Bariri-SP 

Não se vacinou: Ele prefere ainda não tomar a vacina pois em sua opinião a eficácia ainda é desconhecida por se tratar de um medicamento desenvolvido recentemente e com um curto período de testes. 

Veja o endereço onde as pessoas em situação irregular podem se vacinar em Bruxelas levando apenas o passaporte 

O Hospital Saint Pierre de Bruxelas disponibiliza o serviço de vacinação para os cidadãos que não têm residência legal. Localização: edifício pré-construído na rue des Faisans 3, junto à entrada 322 rue Haute, acessível a pessoas com mobilidade reduzida.  

Agende seu horário pelo TELEFONE DE CONTATO: 02.535.46.00 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO:  

Segunda-feira das 9h às 12h (Sem hora marcada às segundas-feiras, APENAS 50 VAGAS) 

Terça-feira das 13h às 16h 

Quinta-feira das 9h às 13h30  

Sexta-feira das 9h às 12h 

Se você estiver doente ou tiver tido contato com pacientes infectados, ligue para o número indicado antes de ir. 

Facilite sua viagem:  

Confira como e onde fazer o teste de PCR 

Teste de PCR para quem está em situação REGULAR no país: 

Você tem direito a dois testes de PCR grátis se ainda não foi totalmente vacinado. Desde junho, dois testes de PCR gratuitos estão disponíveis para todos os residentes belgas a partir dos 6 anos de idade que ainda não tiveram a oportunidade de estar totalmente vacinados. A solicitação deve ser feita através do site www.masante.belgique.be. Portanto, você não deve ir ao médico de família. O objetivo é aliviar os médicos de clínica geral, permitindo que se concentrem no exame de pacientes doentes. 

Para fazer isso, vá para a guia “conectar” no canto superior direito do site. Você terá vários meios de se identificar (leitor de carteira de identidade, Itsme, etc.). Em seguida, você precisará clicar em “Solicitar um código para um teste PCR grátis”. Preencha seus dados e você receberá um código de 16 caracteres. Seu teste de PCR deve ser realizado entre 24 horas e 72 horas antes de sua viagem ao exterior. 

Teste de PCR para quem está em situação IRREGULAR no país: 

Você pode se dirigir diretamente sem hora marcada aos centros de testes Helpdesk de los centros de pruebas Albert, Molenbeek, Pacheco ou Schaerbeek. 

Albert: Avenue Jupiter 201, Forest 1190 

Horário: Segunda a domingo das 9h às 17h  

Pacheco: Boulevard Pacheco 42, 1000 Bruxelas 

Horário: Segunda a domingo das 9h45 às 17h 

Molenbeek: Quai de l’Industrie 31, 1080 Molenbeek-Saint-Jean 

Horário: Segunda a Sexta das 9h às 16h 

Sábado das 9h às 13h 

Scharbeek: Avenue du Suffrage Universel, 1030 Schaerbeek 

Horário: Segunda a domingo das 9h às 17h  

O valor do teste de PCR é de 47,18 euros 

Telefone: 02832 83 83  

E-mail:  resultbrussels@testcovid.be  

Para obter informações precisas sobre as obrigatoriedades dos países que exigem o teste PCR, consulte a página www.diplomatie.belgium.be e acesse a opção viagens ao estrangeiro. 

Por Tatiana do Amaral

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!

Fechar Menu

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.