Festa Embaixada -Bruxelas

Neste ano, a comemoração dos 197 anos da independência do Brasil fez a diferença!  

Depois de alguns anos que essa data é comemorada na residência oficial do Senhor Embaixador, com certeza, o evento realizado na data de 9 de setembro obteve um sucesso memorável. Isso ficou notório para os que estiveram presentes, relembrando as comemorações expressivas e significativas da época da ilustre figura da cultura e da diplomacia brasileira, o Embaixador José Jerônimo Moscardo de Sousa. Bons tempos que somente agora retornam em missão oficial do Senhor Embaixador do Brasil Haroldo de Macedo Ribeiro e da Embaixatriz Maria Emília Diniz Papini Ribeiro. Com o Embaixador do Brasil junto à União Europeia Marcos Bezerra Abbott Galvão, a Embaixatriz Ana Maria Bueno Doria Abbott Galvão, e o Embaixador José Humberto de Brito Cruz – Cônsul Geral do Brasil em Bruxelas, eles receberam para o coquetel, com muita simpatia, membros do corpo diplomático brasileiro; embaixadores da América Latina; parlamentares, oficiais e comandantes das forças armadas e adidos; o presidente da Câmara de Comércio Belgo-Luxemburguesa-Brasileira; membros da comunidade brasileira e representantes do mundo acadêmico, empresarial e cultural. 

O Hino Nacional do Brasil foi executado num momento que marcou realmente a festividade, pois ele representa a nossa nação, exaltando fatos da nossa história. Ele simboliza todas as nossas lutas, carrega a identidade de um povo e a grande responsabilidade de ser o porta-voz da nação brasileira para o restante do mundo. A música popular brasileira prosseguiu na noite, alegrando os convidados. As embaixatrizes Maria Emília e Ana Maria foram “sambistas” constantes e animadas. O tradicional acarajé da Marli foi preparado na hora. A caipirinha também não faltou. Em todos os pontos, a festa foi muito positiva! 

Parabéns, Embaixador Haroldo, não somente pelo evento, mas também pelo trabalho realizado. Pelo pouco que o conheço, já deu para perceber que, com certeza, o Senhor fará jus, durante os anos que permanecer na Bélgica, ao título de Chefe de uma Missão Diplomática que lhe foi conferido, fortalecendo as relações de cooperação e de amizade entre os dois países. 

Por Angela Piqui 

Compartilhe esta notícia

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!